“Cru”, um filme bem cosido por Jimi Figueiredo. É com “s” mesmo.

Gostei muito do filme “Cru”, de Jimi Figueiredo. O longa parte de uma história bem tramada, com roteiro baseado em peça de Alexandre Ribondi, que faz a gente se manter tensa de cabo a rabo, tentando decifrar cada ruga surgida nos rostos dos protagonistas, quase sempre enquadrados em close. A fotografia de Alexandre Magno é consistente e as escolhas técnicas conformam um elemento determinante na construção dos climas e lugares visitados pela trama. A atuação é também convincente, sobretudo no caso de Chico Sant’Anna e Sergio Sartorio.

Deixe uma resposta

Please use your real name instead of you company name or keyword spam.